Redescubra a Região Centro-Oeste

Redescubra a Região Centro-Oeste

Uma das regiões que guarda paisagens das mais exuberantes, com lugares como: Pantanal, Parque das Emas, Lago Paranoá e Chapada dos Veadeiros, o Centro-oeste reserva incríveis experiências para seus visitantes! Quer conhecer a região, mas não sabe por onde começar? Confira nossas dicas e planeje sua próxima viagem!

CAMPO GRANDE, MS

A capital do Mato Grosso do Sul, Cidade Morena, é o lugar para relaxar e ainda aproveitar as comodidades de uma cidade grande, bem organizada, com parques e museus. Não se esqueça de fazer um tour pelo centro histórico.

Campo_Grande

O que fazer em Campo Grande?

Conhecer o Parque das Nações Indígenas
Uma das atrações mais famosas na cidade é esse parque onde você pode juntar a família, os amigos, etc. para caminhadas, trilhas, andar de bike ou skate. Ver capivaras e guaxinins pelo caminho é só uma das surpresas que você encontra por lá. Dica Fabulosa: o pôr-do-sol é simplesmente maravilhoso.

Museu Dom Bosco
Com estrutura e acervos incríveis, o Museu Dom Bosco é um dos maiores – senão o mais importante de Campo Grande. Para conhecer melhor a cultura da região, esse é o lugar.

Parque dos Poderes
Um lugar muito bonito para apreciar silêncio na cidade. Andar de bike ou simplesmente passear por ali também é uma boa ideia.

Segundo o psicólogo campo grandense fake_chico, para tomar uns “bons drinks” tem algumas opções. “O bar Baraúna: Aberto de terça a sábado, traz noites temáticas como a terça do vinil, quarta de brasilidades e a quinta rock além de drinks especiais e cerveja a preços bem camarada. Tem também o Mercearia: o boteco mais tradicional da cidade morena. Uma carta de mais de 100 títulos de cerveja e pratos e porções diversos. O melhor lugar para quem quer tomar uma e torcer pelo seu time.” Ele continua “Já ouviu falar em sobá? Como Campo Grande tem um grande número de imigrantes do Japão, esse prato da região de Okinawa é bem popular por aqui. O melhor definitivamente é o do Shimada (rua Antônio Corrêa, 776). E gosta de samba de raiz e chorinho? O Bar Valu que começou como brincadeira tem música ao vivo com os mais bambas da capital sul-mato-grossense. Se você tá com problema pra decidir onde comer, a rua Bom Pastor tem uma variedade imensa de opções.

Campo Grande não é um lugar muito fácil para comprar livros, discos, cds fora de lançamento. Pietro, o dono da loja Subcultura Records é um sonhador. Conhecendo a loja você ainda corre o risco de ter boas conversas sobre todo o tipo de arte. (Rua Dom Aquino, 681). Pra quem anda de skate, a loja mais completa de Campo Grande é a Rema Board House. Tão completa que até pista de skate tem. (Pedro Celestino, 1387)

Uma última dica gastronômica pra nós? “Além da forte influência japonesa, Campo Grande tem uma grande descendência árabe. Thomaz, uma das lanchonetes mais peculiares da cidade, tem algo curioso que é o fato de você mesmo anotar o que consumiu. Parece loucura, mas funciona há décadas. (rua 7 de setembro, 740)”

 

BONITO, MS

A cidadezinha do interior de Mato Grosso do Sul encanta a todos os visitantes com suas grutas, cachoeiras e rios de água incrivelmente transparente. Cenário perfeito para quem deseja praticar esportes radicais em meio a natureza, Bonito faz jus ao seu nome!

FD-bonito-ms

O que fazer em Bonito?

– Conhecer o Abismo Anhumas:
O buraco no chão (batizado mais tarde de Abismo Anhumas) foi a primeira beleza natural descoberta em Bonito e hoje é uma das principais atrações da região. Com 72 metros de profundidade, a cratera possui em seu fundo um gigantesco lago de águas transparentes de 80 metros de profundidade, onde é possível praticar mergulho e realizar passeios de bote.

– Gruta do Lago Azul:
A combinação da água azul cristalina e as diversas estalactites e estalagmites transformam a gruta em um cenário surreal, que faz valer a pena os 300 (!!) degraus da descida inicial.

– Praticar esportes radicais:
A cidade oferece diversas opções de esportes incríveis como a prática de rapel, trilhas, circuitos de arvorismo e mergulhos autônomos e livres. Opções para os esportistas não faltam!

 

CUIABÁ, MT

Rodeado de belezas naturais e históricas, Cuiabá tem muito a oferecer a seus visitantes. E claro que por lá você também pode experimentar a exótica gastronomia envolvendo peixes e carne de jacaré. Confira um pouco das atrações da cidade:

FD-cuiaba-mato-grosso

O que fazer em Cuiabá?

– Centro Histórico:

Tombado pelo Ministério da Cultura do Brasil, o Centro abriga muitas construções cheias de história, como o Palácio da Instrução (hoje museu e biblioteca), o antigo Arsenal da Guerra (hoje centro cultural mantido pelo SESC), o mercado de peixes (atualmente Museu do Rio Cuiabá).

– Praça Popular:
Conhecida como uma das regiões mais boêmias da cidade, a praça é cercada de bares e restaurantes ideias para quem busca um lugar para tomar um chopp, comer, ouvir música ao vivo e conversar.

– Casa do Artesão:
Próxima ao, também conhecido, Sesc Arsenal a casa abriga uma grande variedade de artesanatos mato-grossenses, que vão desde doces e compotas a instrumentos e itens de decoração.

 

BRASÍLIA, DF
Com urbanismo e arquitetura únicos, a cidade planejada é encantadora! Brasília apresenta uma vantagem a seus visitantes: ela pode ser conhecida em um dia ou em um mês. Vai viajar para a capital federal? Saiba o que não pode faltar no seu roteiro:

FD-itamaraty-brasilia

O que fazer em Brasília?

– Eixo Monumental:
Ao longo da avenida localizada no centro do plano piloto é possível encontrar vários prédios do governo como Congresso Nacional, Catedral, Palácio do Planalto, Museu da República e Memorial JK. Sendo que vários deles foram projetados por Oscar Niemeyer, esse passeio já rende lindas fotos!

– Mirante da Torre de TV:
O mirante proporciona uma vista de 75 metros acima do Eixo Monumental, uma ótima alternativa para apreciar a beleza arquitetônica da cidade.
Dica: Na saída da torre, aproveita para provar comidas típicas na feira de artesanatos e comidas, que fica ao pé da torre.

O analista de projetos @thiagomava, dá dicas gerais para curtir Brasília. “Vamos lá, com relação a Boteco mesmo, tem 2 que gosto bastante: Shisha (cerveja estupidamente gelada e tira gostos árabes, além de narguile pra quem curte) e o Libanus. Bar mais descolado tem 2 bem legais, Paradiso Cine Bar (a decoração e tudo lá faz referência à cinema) e Loca Como tu Madre (tem cervejas variadas e um ambiente bem legal).
Balada: toda quarta feira tem uma balada chamada “Moranga” onde o forte é música black (funk, soul, hip hop), pra quem curte rock, indico 2 pubs, Uk Brasil ou o O’Rilley (estilo irlandês).
Cultura: no CCBB (Centro Cultural Banco do Brasil) sempre tem exposições bem legais e todas de graça. O espaço da caixa econômica também é uma boa pedida apesar de ser menor.”

 

GOIÂNIA, GO

Presente no ranking das melhores cidades brasileiras em qualidade de vida, Goiânia é resultado de uma deliciosa mistura entre parques e praças que preenchem os espaços entre avenidas e pequenas ruas.

FD-vista-aerea-goiania

O que fazer em Goiânia?

– Visitar o Monumento às Três Raças:
A escultura símbolo da cidade foi produzida pela artista plástica Neusa Moraes e simboliza a miscigenação das três raças: branco, índio e negro, presentes no sangue do povo goiano.

– Parque Flamboyant:
O parque municipal é um dos cartões postais de Goiânia e com dois lagos com fontes luminosas, ponte de madeira, parque para crianças, estações de ginástica possui uma estrutura completa para seus habitantes curtirem os finais de semana.

 

 

Imagens: Destaque. Nation Geografic – 1. mundialpublicidadems – 2. Ln Viagens