Curiosidades sobre o Monte Everest

Curiosidades sobre o Monte Everest

Bora escalar o Everest? É muito tentador conseguir subir no ponto mais alto do mundo. Mas calma lá, não é bem assim para conquistar esse título. Vem com a gente conhecer algumas curiosidades de lá.

Sobre o Everest:

O Monte Everest é a mais alta montanha da Terra. Localizado na Cordilheira do Himalaia, na fronteira entre a China e o Nepal, atualmente possui altitude de 8.848,43 m (gelo) ou 8.844 m (rocha) – ”atualmente“ porque o Everest cresce 4 milímetros ao ano.

FD-monte-everest

Os Sherpas

Durante muito tempo os nativos da região, os sherpas, tiveram receio de subir a montanha, pois acreditavam que era a morada dos deuses. No entanto, foi no século XX, com a chegada de estrangeiros no local, que passaram a trabalhar como guias de escalada. Por residirem em grandes altitudes, o povo Sherpa se adaptou ao ar rarefeito. Para você ter uma ideia, um alpinista comum consome 3 litros de oxigênio engarrafado por minuto, um Sherpa utiliza apenas 1 litro no mesmo período.

FD-sherpas-monte-everest

Chegam a cobrar 10 mil dólares pelo serviço que inclui: dois sherpas, para carregar toda a bagagem necessária para uma expedição. O turista leva apenas uma garrafa de água, um cilindro de oxigênio e o próprio lanche. A partir de 8 mil metros os Sherpas não são obrigados a seguir. Porém, com um bônus de 500 dólares o nativo pode acompanhar o cliente.

Curiosidades sobre os Sherpas:

– Os Sherpas sobem todos os anos no monte Everest. Um deles já subiu a montanha mais de 20 vezes.
– Entre seu povo, os Sherpas alpinistas são muito ricos, pois ganham 5 mil dólares por mês, sendo que a renda média no país é de 250 dólares.
– Os Sherpas também resgatam alpinistas que ficaram para trás, desde que sejam bem pagos.

A Escalada

As subidas geralmente são feitas entre maio e junho, quando as condições climáticas estão propensas, com temperatura média de -27 graus e ventos de 80km/h. A montanha realmente é muito alta, tanto que chega a penetrar na estratosfera. No topo, os ventos, conhecidos como jet streams, podem fluir a 322km/h, trazendo consigo temperatura extremas de até -73 graus.
Nem tudo são flores para conquistar essa magnifica montanha. O destemido Everest também é palco de alguns acidentes e tragédias.
Acima dos 8.000 metros as condições climáticas são extremas e os exploradores precisam estar muito bem preparados para garantir a própria sobrevivência. Escalar o Everest não é para alpinistas de fim de semana.

FD-escalada-everest

Cemitério do Everest

Todos os grupos de alpinistas passam por um cemitério a céu aberto. São exploradores que não tiveram sorte. Alguns deles caíram e quebraram alguns ossos, outros congelaram ou simplesmente não tiveram forças para avançar. Mas por que os corpos ficam lá? Existem helicópteros que ajudam na retirada dos cadáveres, mas esses vão até certa altura. Desse limite para cima, os corpos ficam onde estão.

Não há estatísticas precisas de quantos corpos existem no Everest. Estima-se que entre 150 e 200 pessoas que partiram para uma viagem apenas de ida.
Portanto, antes de sair correndo para desvendar os mistérios dessa impávida montanha, pesquise muito e fique atento às artimanhas que o Everest tem. Na dúvida, pense que sua beleza pode ser admirada mesmo da base.