Conheça a Chapada dos Guimarães

Conheça a Chapada dos Guimarães

A Chapada dos Guimarães, no estado do Mato Grosso, possui uma vegetação riquíssima, formada pelo encontro dos ecossistemas de Floresta Tropical Amazônica, Vegetação Pantaneira e de Cerrado. Das três chapadas nacionais é a que possui o maior número de cachoeiras.

O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães possui 33 mil hectares, sua visitação é gratuita mas está em fase de reestruturação. Os atrativos são abertos de acordo com a capacidade de gestão e com a adequação das estruturas e do sistema de controle, de modo a garantir uma visita segura, agradável e de baixo impacto ambiental.

Atualmente, estão abertos à visitação o Mirante do Véu de Noiva, o Circuito das Cachoeiras, a Casa de Pedra, Cidade de Pedra e o Morro de São Jerônimo. Exceto o Mirante Véu de Noiva os demais atrativos necessitam de agendamento prévio com guias ou condutores autorizados pelo Parque Nacional.

Vamos passear pelas trilhas do Parque?

Véu de Noiva

FD-Chapada_dos_Guimarães-veu-de-noiva

A mais famosa e mais alta cachoeira da Chapada dos Guimarães, com 86m, é formada pelas águas do Córrego Coxipozinho. Cercada por um paredão de arenito avermelhado, é possível avistar araras vermelhas, que fazem seus ninhos nesse paredão.

Aberto diariamente das 09h00 às 16h00.

Dificuldade da trilha: média. Descida e subida pelo mesmo escadão de pedra, com cerca de 120m

 

CIRCUITO DE CACHOEIRAS

Cachoeira do Pulo

FD-cachoeira-do-pulo

Este gracioso circuito é formado pelas águas do córrego Independência, que desce pelo cerrado formando seis cachoeiras: 7 de Setembro, Pulo, Degraus, Prainha, Andorinhas e Independência. Entre a cachoeira da Prainha e a das Andorinhas, há duas piscinas naturais. Todo o circuito é liberado para banho, exceto a Cachoeira Independência, também conhecida como Cachoeira dos Malucos.

É obrigatório o acompanhamento de um guia ou condutor e o agendamento deve ser feito até 11h30 do dia do passeio, sendo a entrada permitida entre 8h30 e 12h00 e a saída até 17h00.

Dificuldade da trilha: fácil

Dica fabulosa: a Cachoeira das Andorinhas possui um eterno arco-íris!

 

Casa de Pedra

FD-casa-de-pedra

A gruta em arenito foi esculpida pelo córrego Independência e, dizem os nativos, serviu de abrigo aos homens da Coluna Prestes durante sua viagem pelos sertões do Brasil e, também, foi local de refúgio para escravos fugitivos. Hoje abriga apenas morcegos e pequenos animais.

A abertura da novela Fera Ferida, da Rede Globo, foi gravada lá em 1993.

Dificuldade da trilha: fácil

 

Morro São Jerônimo

FD-morro-sao-jeronimo

Este é o ponto mais alto do Parque, com mais de 800m de altitude. Porém sua trilha é longa, com aclives e declives, além de uma pequena escalada. É obrigatória a visita com guia ou condutor cadastrado ao parque, agendamento prévio e a assinatura de Termo de Conhecimento de Risco por cada visitante.

O agendamento deve ser feito até 11h30 do dia do passeio, sendo a entrada permitida entre 8h30 e 12h00 horas e a saída até 17h00. O limite de visitantes no Morro de São Jerônimo é de 36 por dia, sendo até seis visitantes por guia.

Dificuldade da trilha: difícil

 

Cidade de Pedra

FD-cidade-de-pedra

As formações rochosas deram nome ao atrativo. Em uma curta caminhada de 300m é possível chegar a mirantes existentes na beira dos paredões e contemplar uma visão magnífica do desnível de aproximadamente 350 metros. Lá embaixo, vê-se o contraste entre as veredas e o cerrado, formando na paisagem o mapa do Brasil, além das nascentes dos rios Paciência e Claro.

Em virtude dos riscos do roteiro, é obrigatória a visita com guia ou condutor cadastrado e a assinatura de Termo de Conhecimento de Risco por cada visitante.

Dificuldade da trilha: média

 

ATRATIVOS NO ENTORNO DO PARQUE NACIONAL DA CHAPADA DOS GUIMARÃES

Caverna Aroe Jari e Lagoa Azul

FD-lagoa-azul-chapada-dos-guimaraes
Lagoa Azul

FD-caverna-aroe-jari-chapada-dos-guimaraes
Caverna Aroe Jari

Aroe Jari significa “morada das almas” e dá nome à caverna onde só é possível enxergar com auxílio de lanternas. Para este passeio é obrigatório contratação de guia devido à fragilidade do ecossistema. No final do passeio você poderá se deliciar com uma galinhada servida no início/final da trilha.

Dificuldade da trilha: fácil

Horario de visita: Todos os dias das 08:00 às 13:00

 

Mirante (Centro Geodésico da América do Sul)

FD-mirante-chapada-guimaraes

Uma belíssima vista panorâmica a 845 m de altitude! Em dias de céu límpido, é possível ver a cidade de Cuiabá, que fica a cerca de 30 km em linha reta. Não é necessário guia e chega-se ao local de carro.

 

Como Chegar

O acesso é possível pelos municípios de Cuiabá e Chapada dos Guimarães, principalmente. A entrada do parque fica a 50 km de Cuiabá e 11 Km de Chapada dos Guimarães, pela Rodovia Emanuel Pinheiro – MT 251.

A rodovia, apesar de asfaltada, não tem acostamento e o trajeto é majoritariamente feito em pista simples com vários trechos de aclive. Recomenda-se atenção redobrada devido ao fluxo de caminhões.

Quando Ir

O parque pode ser visitado o ano todo. De dezembro a março é a época das chuvas e, portanto, as quedas das cachoeiras ficam mais cheias. De julho a outubro é época de seca, o que facilita as caminhadas.

Onde Ficar

O Parque Nacional da Chapada dos Guimarães não possui alojamentos para visitantes ou pousadas e não é permitido acampar dentro dos limites do Parque.
Os visitantes podem se hospedar na cidade de Chapada dos Guimarães ou em Cuiabá.