Praia, Doce de Leite e uma Casa Muito Engraçada

Viajar em família é uma arte que se domina com o passar do tempo, ainda mais quando se tem filhos pequenos e/ou adolescentes. A gente carrega água, biscoito, mochila, mapa, guia, muda de roupa, sacola, mais biscoito, máquina, telefone, travesseiro… quase que não tem lugar pra sentar. E foi bem assim que a gente partiu rumo a Punta del Este. Mas vou dizer uma coisa pra vocês, eu adoro esse negócio todo, é supimpa!

Era um feriadão, acho que até foi em um feriado de dia das crianças, não me recordo muito bem. Lembro apenas de que, para variar, não tínhamos muito tempo e queríamos fazer muita coisa. Chegamos por volta do meio dia de sábado. Eu já estava pensando no almoço, o Uruguai tem tantas opções interessantes. Do aperitivo à sobremesa. Eu, particularmente, adoro um pancho com queijo, as crianças preferem chivito e Gnomíe asado de tira. E o melhor é que se encontra restaurantes com todas estas opções, pra todos os gostos!

Como estávamos perto da praia Brava e as crianças não paravam de falar da “foto nos dedinhos”, esta foi nossa primeira visita. Foi um corre pra lá e pra cá, até acertar a tal da foto.

post_twitter_visita

Crianças satisfeitas, partimos para uma caminhada pela Avenida Gorlero, a principal da península. É bem turística, cheia de lojinhas e souvenirs. O mais legal de passear por lá, e pelas ruas que a cortam, é olhar para os lados e ver mar de um lado e mar de outro. Parece desenho, sabe? Dica do Gnomo: bem petinho, na Calle 29 com a Gorlero tem o Manolo, onde há um churros assim de tirar o gorrinho! Perfeito para uma pausa depois da caminhada.

Pela tarde, ainda caminhamos pelo Porto e praia Mansa, mas o ponto alto do dia era o pôr- do -sol na Casapueblo, em Punta Ballena. Lá, ficava atelier do artista uruguaio Carlos Páez Vilaró. A casa, que também tem um museu, além de ser um hotel, tem uma arquitetura diferente, ondulada e muito bonita. Dizem que foi nela que o Vinícius de Moraes se inspirou pra fazer aquela música da casa engraçada, sem teto e sem nada. Um encanto tranquilo que todo o dia vê o sol partir, realmente impressionante!

FD-casapueblo-uruguai

FD-por-so-sol-uy

Bueno, o dia foi cheio e ainda tínhamos o domingo. Claro que não conseguimos fazer tudo, mas fiz uma listinha de alguns lugares legais em Punta e arredores que vocês podem anotar aí. Se eu ficar contando tudo aqui, não termino mais. Bom proveito, fabulosos!

– Ponte Leonel Vieira (também conhecida como ponte ondulada pelo seu formato autoexplicativo);
– Conrad Hotel & Cassino (nem que seja só pra ver outro belo pôr-do-sol ali na frente);
– Farol;
– Passeios na Ilha de Lobos e praia da Barra;
– Museu do Mar (muito bom para levar as crianças) e Museu Ralli (especialmente para quem gosta do Surrealismo)
– Pra quem não resiste a doce de leite, além do churros, em qualquer supermercado, vocês encontram deliciosos alfajores, balas e bolachinhas da marca Lapataia, mais que aprovada pelo Gnomo aqui. Se puderem também experimentem uma tora de alfajor na Les Delices, vocês não vão se arrepender.