África do Sul: Um País Bom e Barato Para Viajar em Época de Crise

África do Sul: Um País Bom e Barato Para Viajar em Época de Crise

Com a alta do dólar e do euro, a solução para não deixar de viajar é buscar destinos onde a nossa moeda rende mais.

A África do Sul é uma ótima opção para os brasileiros, já que além de não exigir visto para a entrada no país, o real perdeu pouco valor em relação ao rand (moeda local) nos últimos anos (há um ano atrás, um real comprava 4,5 rands, hoje compra 3,7).

Ou seja, a África do Sul merece entrar na sua lista de próximas viagens (se é que já não está), e os motivos não são poucos. A viajante Adriana Sett separou algumas dicas preciosas pra quem vai visitar o país africano. Olha só:

 

1. Acomodação boa e barata não falta
Para quem busca conforto e privacidade, os apartamentos da AirBnb são uma ótima opção, você pode encontrar apartamentos bem localizados por diárias a partir de R$48, mesmo em alta temporada. Já para os que não gostam de hospedar-se em apartamentos, há diversos hotéis com opções de quartos bons e baratos como o Wish U Were Here, por R$55.

 

2. Os albergues são fabulosos (acredite)

Uma das surpresas que a África do Sul guarda são os albergues. Grande parte deles tem quartos duplos com banheiros e alguns são puro luxo com direito até a piscina, espaço pra churrasqueira e até pequenos chalés individuais.
Um bom exemplo disso é o Buccaneers na linda praia de Chintsa, onde é possível alugar um chalé com banheiro, churrasqueira, quintal e vista para o mar por apenas US$ 40.

 

3. Alugar um carro é extremamente barato

Reservando um carro através de sites é possível encontrar modelos básicos por até, acredite, US$ 11 por dia(!!).

 

4. Os voos internos têm preços razoáveis

A maioria dos voos dentro do país são feitos pela Mango. A companhia de baixo custo além de ser ótima, não cobra pela mala e outros custos simples. Um voo de Johanesburgo até a Cidade do Cabo, por exemplo, custa uns US$ 60.

 

5. Você come bem em qualquer lugar

Principalmente na Cidade do Cabo e arredores, é possível comer extremamente bem por cerca de US$ 15. Se estiver disposto a gastar um pouco mais em alguma refeição, por cerca de US$ 40 é possível comer em um restaurante de alto nível.

 

6. O vinho lá é delicioso e baratinho

FD-vinicola-cidade-cabo

Para os fãs da bebida, a África do Sul é o destino dos sonhos! Nos supermercados de lá é possível encontrar bons vinhos por US$ 10 e para quem quer aproveitar degustações, as winelands de lá têm preços super atrativos: por US$ você prova cinco vinhos “normais”.

 

7. É possível fazer um Safári gastando pouco

FD-safari-africa-do-sul

Fazer um Safári na África é praticamente sinônimo de grandes gastos, já que não existe limite de preço para os lodges em reservas privadas. Mas não necessariamente! Em vários parques nacionais da África do Sul é possível entrar com carros normais. Ou seja, você pode ir com o seu carro alugado por US$ 11 e passar entre os elefantes, zebras e leões. Na hora de hospedar-se é possível encontrar opções baratas de acomodações dentro e fora dos parques.

 

8. O risco de malária é baixíssimo

Quase todo o território da África do Sul é livre da malária. Nas poucas zonas de risco, a chance de ser contaminado é baixíssima. Portanto, a não ser que você vá para o norte do Kruger ou em direção à fronteira de Moçambique não é necessário tomar o remédio preventivo para a malária. Um gasto a menos, tanto físico, quanto financeiro.

 

9. A melhor parte é de graça

A melhor parte desse país incrível, as lindas paisagens, praias incríveis, a simpatia e educação das pessoas e o sol garantido durante o verão são totalmente de graça!

FD-cidade-do-cabo-africa-sul